Buscar
  • Jairo Len

Eletrônicos abaixo de dois anos...Pais e filhos, evitem!

Mais uma vez a Academia Americana de Pediatria reforça a necessidade de se evitar os eletrônicos e telas abaixo dos 2 anos de idade.


Na medida que os dispositivos baseados em mídia digital enchem cada vez mais os corredores de brinquedos das crianças, a Academia Americana de Pediatria adverte as famílias contra o uso delas como substituto dos brinquedos e jogos tradicionais que alimentam a imaginação e ajudam no desenvolvimento saudável.

"Os melhores brinquedos são aqueles que apoiam pais e crianças brincando, fingindo e interagindo juntos", disse Alan Mendelsohn, MD, FAAP, co-autor do relatório e professor associado dos Departamentos de Pediatria e Saúde da População da NYU Langone Health. "Você simplesmente não colhe as mesmas recompensas de um tablet ou tela. E quando as crianças brincam com os pais - a verdadeira mágica acontece, quer estejam fingindo com personagens de brinquedo ou blocos de construção ou quebra-cabeças juntos."

Outra recomendação óbvia...mas nem sempre seguida:

"Limite o uso de videogames e jogos de computador por crianças pequenas. O tempo total da tela, incluindo a televisão e o uso do computador, deve ser menor que 1 hora por dia para crianças de 2 anos ou mais e evitado nos menores de 18 a 24 meses. Crianças menores de 5 anos devem brincar com computador ou videogame somente se forem adequadas ao desenvolvimento, e devem estar acompanhadas pelos pais ou cuidadores."


Importante lembrar que os pais também devem ter noção do tempo de uso e do vício em smartphone quando estão com seus filhos, pequenos ou não. O mau exemplo e iniciativa começa com os adultos.



89 visualizações

Receba nossa newsletter e fique por

dentro das dicas e novidades da clinica Len   

 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Ícone

desenvolvido por @onebranding