Receba nossa newsletter e fique por

dentro das dicas e novidades da clinica Len   

 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Ícone

desenvolvido por @onebranding

Leite Longa-vida

O Leite Longa Vida, ultrapasteurizado ou UHT é o leite líquido homogeneizado, que foi submetido durante 2 a 4 segundos, a uma temperatura entre 130 e 150° C, mediante um processo térmico de fluxo contínuo; imediatamente resfriado a uma temperatura inferior a 32° C, e envasado assepticamente.

Para o leite ser classificado como Longa Vida, precisa, em primeiro lugar, ter matéria prima de boa procedência, pois, o equipamento que processa o leite Longa Vida não opera, economicamente, com matéria-prima de má qualidade. 

Segundo, passar pelo processo de ultrapasteurização. Em seguida ser acondicionado em embalagens assépticas. Dentro destas, o Leite Longa Vida fica protegido de qualquer contaminação e não necessita de nenhum conservante. O Leite Longa Vida não possui conservantes. A tecnologia do aumento da temperatura por alguns segundos, seguida pelo rápido resfriamento, permite que sejam eliminadas todas as bactérias deteriorantes, e assim não existe necessidade da adição de qualquer tipo de conservante. O estabilizante é o único aditivo alimentar permitido no Leite Longa Vida natural. Algumas marcas de Leite Longa Vida utilizam Citrato de sódio no produto, como estabilizante. O estabilizante não é conservante, e não faz mal à saúde. É um aditivo alimentar inócuo, que funciona como coadjuvante tecnológico na produção do Leite Longa Vida. A função do citrato de sódio é evitar a sedimentação do leite, sendo adicionado ao leite antes da ultrapasteurização. A adição é facultativa, ou seja, uma opção do fabricante. O citrato é um ácido orgânico presente naturlamente no leite. A literatura científica indica que o citrato faz parte da composição do leite numa quantidade média de 2g por litro de leite.

Embalagem 

 

A embalagem Tetra Brik do Leite Longa Vida é composta de seis camadas de materiais diferentes.

As duas primeiras camadas mais internas são de polietileno, um plástico inerte, que evita o contato do alimento com as demais camadas da embalagem. 


A terceira camada é de alumínio , cuja função é evitar a passagem de oxigênio, luz e micro-organismos. Após esta, segue mais uma camada de polietileno que faz a adesão da camada de alumínio com a quinta camada, de papel.
A camada de papel é quem confere a resistência à embalagem, além das características gráficas; esta é seguida finalmente pela última camada, também de polietileno.

 

Consumo

 

Os leites longa vida podem ser consumidos sem fervura prévia. Após abertos, podem ser mantidos por três dias sob refrigeração. Após 24 horas aberto, sugere-se fervura antes do consumo.