Receba nossa newsletter e fique por

dentro das dicas e novidades da clinica Len   

 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Ícone

desenvolvido por @onebranding

Doenças Peridontais

Doenças periodontais em mães e filhos.

 

As doenças periodontais são doenças bucais de grande incidência na população brasileira, e, junto com a cárie, são um sério problema de saúde pública no campo da odontologia. Essas patologias são as maiores responsáveis pela perda do dente e ambas têm como agente etiológico à placa bacteriana. A prevenção da saúde bucal se torna indispensável para o controle e combate das mesmas.

 

Dentro da pratica odontológica preventiva, as doenças periodontais são entendidas como uma doença infecciosa, sendo facilmente tratadas a partir da correta higiene bucal.

Essa patologia não acomete somente os adultos. Aliás, para se ter adultos saudáveis são necessárias atenções voltadas para as crianças. A cárie e as doenças periodontais têm alta prevalência em crianças. As doenças periodontais severas em adultos vêm da falta de tratamento e do acúmulo da inflamação local ao longo dos anos, desde a fase infantil. Daí a importância da prevenção ainda nos primeiros anos de vida com métodos eficazes de higiene oral.

 Para a prevenção e educação da saúde bucal, e para a saúde de um modo geral, em crianças de baixa idade, que não possuem maturidade psico-emocional para realizarem as suas tarefas sozinhas, foram desenvolvidas técnicas e procedimentos para atender a clientela infantil. O diagnóstico, a prevenção e o tratamento das doenças periodontais na infância vêm contribuindo para a diminuição da doença em idade adulta.

A doença periodontal predominante em crianças e adolescentes é a gengivite, sendo esta uma reação inflamatória no tecido gengival originado pelo acúmulo de placa bacteriana. Em alguns casos, entretanto, essa inflamação gengival se apresenta mais agressiva, causando um processo de destruição óssea do periodonto.

A doença periodontal em crianças e adolescentes pode ser controlada na clínica odontológica.

A prevenção da saúde bucal também se faz presente em gestantes, pois, com as alterações hormonais próprias do período gestacional, a gestante está mais sujeita á apresentar doenças periodontais. Estudos recentes relacionam bebês prematuros com doença periodontal na gestante. Assim é importante ter um programa educativo-preventivo com o atendimento periódico de gestantes, visando à promoção da saúde bucal em seus bebês.

Dra. Melissa Smith, Odontopediatra e especialista em saúde materno-Infantil atende em São Paulo.