Receba nossa newsletter e fique por

dentro das dicas e novidades da clinica Len   

 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Ícone

desenvolvido por @onebranding

Amamentação - os primeiros dias

Os primeiros dias de vida do bebê são de grande importância no aleitamento materno. Nestes dias, é fundamental que a nutriz esteja tranquila e bem orientada.

  

Os recém-nascidos nascem e, nos primeiros três ou quatro dias de vida perdem cerca de 7 a 10% do peso. Por exemplo: um bebê que nasce com 3.000 g vai sair da maternidade com cerca de 2.750 g.

 

Essa perda é normal e fisiológica - é uma reserva que temos para enfrentar os primeiros dias de vida, quando nem todas as mães já estão produzindo leite de forma abundante e nutritiva. Quando a reserva de peso “acaba”, os bebês passam a sentir mais fome.

 

A maioria das mães produz, nestes primeiros dias, só o colostro, tendo a apojadura (grande produção de leite) a partir do 5º dia de vida.

 

 Nestes primeiros dias a amamentação deve ser estimulada (sempre o mais precoce, se possível ainda em sala de parto), mas alguns cuidados devem ser tomados:

 

- Os recém-nascidos devem ser colocados para mamar a cada 3 ou 4 horas, em média (contados do início da mamada). Evite, na maternidade, períodos mais longos ou muito mais curtos para sucção na mesma mama.

 

- Os bebês não devem sugar mais de 20 minutos em cada mama. Após este período, o bico do seio e aréola começam a machucar, o que é contraproducente à amamentação. Ideal, portanto, é no máximo 20 minutos em cada lado e intervalos mínimos de 3 horas.

 

Alguns recém-nascidos tem fome antes de uma produção de leite adequada. É normal e fisiológico. Neste momento as nutrizes devem ser muito bem orientadas pelo pediatra e, havendo necessidade, por enfermeiras especialistas em amamentação.

 

A partir do 4º ou 5º dia de vida a produção de leite materno já estará adequada e já se pode pensar em horários e rotinas estabelecidas. No 10º dia de vida a produção de leite materno chega ao máximo.

 

O período em que devemos ter maior preocupação com as mamas é entre o 5º e 10º dia de vida do bebê. É neste período que podem acontecer as rachaduras e machucados no seio. Se você estiver bem orientada, evita-se isso facilmente.

 

UMA OBSERVAÇÃO

 

Você vai notar, na maternidade, que não existe “um único jeito” de se amamentar um bebê. Cada enfermeira vai orientar modos diferentes. Posições diferentes, técnicas diferentes, pegas diferentes.

 

Aproveite. Aprenda. Veja o que é melhor para vocês. Nunca estresse.