Receba nossa newsletter e fique por

dentro das dicas e novidades da clinica Len   

 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Ícone

desenvolvido por @onebranding

Asfixia X Dormir com os pais 

Especialistas dizem que o berço é o lugar certo para bebê dormir.

 

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos afirma que os pais que compartilham suas camas com seus bebês aumentam em 40 vezes a chance de a criança ser asfixiada, dizem especialistas. 

 

Os especialistas que realizaram o trabalho dizem que o hábito de dormir com bebês está cada vez mais popular em vários países, assim como o índice de mortalidade por esse motivo. 

 

Só nos Estados Unidos, acredita-se que um em cada oito bebês durma com os pais. 

 

Menos de um em cada 100 mil bebês que dormem em berços morrem sufocados, comparados com a morte de 25,5 de cada 100 mil para aqueles que dormem em camas de adulto.

Mortalidade

 

O chefe da pesquisa, James Kemp, da St. Louis University, nos Estados Unidos, diz que compartilhar a cama com um bebê é uma "idéia terrível". 

 

O estudo, publicado no jornal especializado Pediatrics, analisou o índice de mortalidade entre bebês com menos de oito meses entre 1995 e 1998. 

 

Na Grã-Bretanha, uma pesquisa feita entre 1996 e 2002 concluiu que até metade das mortes súbitas de bebês acontecem quando a criança está dormindo na cama com os pais. 
Os pesquisadores dizem que, até os oito meses de idade, a criança não tem a capacidade motora de se virar ou engatinhar para sair debaixo de um cobertor ou se desvencilhar de um travesseiro que pode estar sobre ela.

 

Números elevados

 

O fato de o risco de sufocamento aumentar em 40 vezes surpreendeu até o chefe da pesquisa, James Kemp.
"Os números são altíssimos, muito mais elevados do que eu tinha pensado", disse Kemp. 
É particularmente arriscado dividir uma cama com um bebê se um pai ou uma mãe tiver ingerido bebida alcoólica, drogas ou algum remédio que prejudique os reflexos do adulto. 

 

Sob essas circunstâncias, é possível que o adulto se vire por cima do bebê e permaneça alheio à sua presença. 
Há décadas existe o debate sobre as vantagens e desvantagens de os pais dormirem com o bebê na mesma cama. Os que são a favor, defendem a idéia dizendo que isso facilita o entrosamento da família e ajuda na hora de dar de mamar. 
"É certo que as pessoas queiram estar perto do seus bebês à noite, mas não achamos que a criança deva ficar na cama de um adulto", disse James Kemp.

 

"É difícil controlar uma situação potencialmente capaz de provocar asfixiamento.
O pesquisador também revela que, enquanto o sufocamento de bebês em camas de adultos está aumentando nos Estados Unidos, as mortes por asfixiamento em berços estão em queda. 

 

Um porta-voz da organização inglesa Foundation for the Study of Infant Deaths (Fundação para o Estudo de Mortes de Crianças) estendeu o alerta para o perigo de dormir com um bebê no sofá: 
"Os pais jamais deveriam adormecer com seu bebê num sofá, o que aumenta 50 vezes o risco de sufocamento da criança".

Fonte: BBC Brasil.com • 07/10/2003 • Internet