Receba nossa newsletter e fique por

dentro das dicas e novidades da clinica Len   

 

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Ícone

desenvolvido por @onebranding

Caxumba

Caxumba

 

AGENTE ETIOLÓGICO: A caxumba é uma infecção das parótidas (glândulas salivares), causada por um vírus, o Rubulavirus, da famila dos paramixovirus.

 

FAIXA ETÁRIA: Pode acometer qualquer faixa etária, mas como as crianças são vacinadas, a caxumba é mais comum em adolescentes e adultos (não-vacinados)

 

TRANSMISSÃO: O vírus é transmitido por contato direto: saliva, tosse, espirros. O doente com caxumba pode transmitir o vírus cerca de uma semana antes de aparecerem os sintomas e até nove dias depois destas manifestações.  

 

INCUBAÇÃO: Após o contato, a doença pode aparecer em cerca de 14 a 21 dias. 


QUADRO CLÍNICO: Começa com febre, dor na face e aumento do volume das glândulas salivares parótidas, que são localizadas ao lado e abaixo das orelhas, na mandíbula.  Pode causar mal estar, dores no corpo e dor de cabeça.

 

DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL: a caxumba pode ser parecida com outras parotidites (que acometem a mesma glândula, mas não são causadas pelo mesmo vírus), assim como pelo aumento de gânglios desta mesma região da face.


EXAMES LABORATORIAIS: O exame de sangue (hemograma, amilase e sorologia para caxumba) fazem o diagnóstico. O ultrassom pode ajudar.

 

TRATAMENTO: Não há tratamento específico. O uso de analgésicos e antitérmicos é indicado, assim como o repouso (por cerca de uma semana)


TRATAMENTO PREVENTIVO: Não há tratamento preventivo, mas a vacinação é muito importante em comunidades que estejam com surtos de caxumba. As crianças recebem as duas doses de vacina entre um e dois anos de idade.